LANDRACE

Família: Suidae

Sub-Família: suìdeos

Gênero:Sus

Espécie: Sus domestico

Raça: Landrace

ORIGEM DA RAÇA

País de origem: Dinamarca

Raças Formadoras:cruzamentos de yorkshire e do escandinavos.

Origem no Brasil: Os primeiros landraces vieram da Suécia para São Paulo, por volta de 1955. Existem atualmente boas criações em São Paulo, Paraná, Santa Catarina e no Rio Grande do Sul e foram feitas importaçãoes da Inglaterra, Alemanha e Olânda.

CARACTERÍSTICAS MORFOLÓGICAS (Aparência Física)

Porte:Grande

Pelagem: Branca

Pêlos: Brancos , finos e sedosos.

Pele e mucosas: Pele fina, solta, sem rugas.

Cabeça:Comprida, sub-côncavo, larga entre as orelhas e com queixadas leves.

Pescoço: fino, unifórmemente unido as espadolas e sem rugas.

Peito: largo e profumdo e mostrando boa capacidade respiratória.

Dorso e lombo: Lombo muito comprido e reto, desde o pescoso até a garupa, cheia, aredondada, carnósa, bem desenvolvida dando boa quantidade da melhor carne de porco que o lombo, de maior valor nutritivo e comercial.

Garupa: Larga e comprida, com inserção alta da cauda.

Cauda:Inserção moderamente alta.

Úberes:Com dose tetas boas bem localizadas.

Membros:São fortes, corretamente aprumados, com quartela, articuções etendões curtos e elástico .

CARACTERÍSTICAS PRODUTIVAS (Fisiologia)

Aptidão: Carne;raça boa para cruzamento.

Comprimento médio: 90cm.

Pesos médios:300 e 400kg.

Ao Primeiro Serviço: Com 7 a 10 meses de idade podendo realizar no maximo 2 montas semnais.

Ganho médio diário em confinamento:1,031g diario.

Conversão alimentar: 1:2,34

Fertilidade: Em média 86%

Gestação:114 dias.