MERINO

Este é o representante principal da raça Merino na Austrália, sendo encontrado em grandes rebanhos na Nova Zelândia, Queensland, Victoria e Oeste da Austrália. Possui aptidão para a produção de lã, embora a seleção para melhorar a qualidade da carcaça, possa tornar este Merino, uma raça de dupla aptidão.

Sua lã é absorvida quase totalmente pelo comércio de têxtil e é caracterizada pela altíssima qualidade. O velo produzido é pesado, macio, de coloração branca com um diâmetro médio de fibra de 20-22 mícrons.

O Merino apresenta uma baixa percentagem de partos gemelares, uma alta resistência à intoxicação pelo cobre e, como toda raça produtora de lã, resiste bem às condições adversas de criação, com pouca disponibilidade de alimentos de qualidade. Regiões de clima seco são os melhores locais para criar ovinos tipo lã.

Características

A primeira importação de Merinos pela Austrália data de 1789. Eram 29 cabeças provenientes do Cabo , África do Sul. O progresso da criação de carneiros na Austrália foi tão grande que hoje este país possui o primeiro rebanho, da ordem de 185 milhões de cabeças e é o maior produtor mundial de lã, com a produção anual de umas 920.000 toneladas de lã bruta. Estes números significam que a Austrália possui aproximadamente 1/6 do rebanho mundial de ovinos e produz mais ou menos 1/3 de toda a lã, também insuperável pela qualidade . O grosso da produção de lã é do tipo Merino. A Austrália importou Merinos de todas as variedades existentes: Electoral, Negrettis, Rambouillets, Vermonts, etc. O Merino Australiano foi constituído pela mistura dessas variedades, com as seguintes proporções aproximadas de sangue: 25% de Merino Espanhol ; 40% de Vermont; 30% de Electoral e Negretti ; 5% de Rambouillet Francês. Procurou-se desde logo suprimir as rugas e conferir maior vigor, melhorar as formas, a produção de lã e as qualidades necessárias a um bom animal de açougue. O tipo atual é um ovino de grande produção, rendimento econômico bem adaptado às condições naturais e ao sistema de exploração extensiva, com um velo de muito peso, e com uma lã extraordinariamente uniforme em finura e comprimento, de cor branca e suavidade ao tato. O comprimento da mecha foi sem dúvida o fator determinante do aumento do peso em lã do Merino Australiano.

Velo - No Merino Grande, comprimento de 13,5cm e finura de 26 a 28 micros; no médio, comprimento de 10 a 11cm e finura de 22 a 26 micros; no pequeno, comprimento de 8 a 10cm e finura de 14 a 20 micros. Lã sedosa, brilhante e de grande resistência, com ondulações uniformes e nítidas, desde a base até a ponta. A lã cobre bem e uniformemente todo o corpo, com exceção das orelhas que são cobertas com pêlos curtos e suaves e às vezes possuem manchas negras. Sobre a fronte há uma mecha em roseta semicircular, bem densa, não devendo cair em mechas soltas. Fica descoberta uma zona de pêlos brancos e suaves, que partindo da base dos chifres, abrange o contorno dos olhos , todo o chanfro e focinho. As narinas e lábios devem ser rosados, não se admitindo manchas pretas. A pele é muito fina, rosada, sem pregas, salvo no pescoço, onde são bem desenvolvidas e típicas. Os cascos são claros.

Cabeça - de perfil convexo, larga, tamanha médio, com a fronte bem arqueada. Chanfro largo, com duas ou mais rugas transversais no macho. Orelhas curtas e grossas. Olhos grandes, claros, brilhantes, descobertos. Boca pequena, com lábios fortes, bem superpostos. Os chifres, presentes apenas nos machos, são distanciados da face e espiralados para fora.

Pescoço - curto, musculoso, bem unido à cabeça e ao tronco.

Corpo - cilíndrico. Cruzes um pouco mais altas que a linha dorso-lombar, bem unidas ao pescoço. Peito amplo e saliente, a caixa torácica grande, com costelas bem arqueadas e espaçadas. Dorso e lombo retilíneos e largos. Garupa redonda, em harmonia com o corpo, sem rugas e com cauda alta. Membros de altura média, separados, bem aprumados, com ossatura não muito grossa, porém forte. Cascos brancos. Os membros devem ser cobertos de lã.

a) Merino de Rambouillet

Importados da Espanha para Rambouillet, França, essa raça sofreu importantes modificações que a diferenciam muito dos ovinos espanhóis. Encontrados em quase todos os países do mundo, o Merino de Rambouillet é tido como melhorador de raças. São animais de grande porte, de 65 a 70 cm de altura. Os carneiros em média alcançam o peso de 90 quilos e as ovelhas chegam a 55 quilos.

Características:

» Cabeça forte e curta; fronte convexa, coberta de lã; chanfro largo com pregas características acima do focinho; orelhas pequenas; machos com chifres espiralados, afastados da cabeça, fêmeas mochas;
» Pescoço largo e curto com rugas em número variado;
» Peito pouco largo; garupa ampla; coxas fortes;
» Membros fortes, curtos, bem aprumados e cobertos de lã.

O velo cobre todo o corpo, desde o nariz até os cascos; lã abundante, muito fina, macia, elástica e resistente. Os carneiros chegam a apresentar um velo de 8 a 11 quilos e as ovelhas entre 5 a 6 quilos de mecha quadrada medindo de 6 a 10 cm de comprimento, com cerca de 19 a 24 micras de diâmetro.

b) Merino Argentino

Proveniente da mistura de sangues merinos (Espanhol, Eleitoral, Negretti e Rambouillet), surgindo, finalmente em 1900 como variedade definida. Hoje é uma das mais importantes variedades de raça merina, encontrada em toda a República Argentina e no Sul do Brasil (especialmente no Rio Grande do Sul).

Características:

»Cabeça larga, coberta de lã até o focinho; perfil convexo podendo ser também reto; nariz de cor rósea, com rugas transversais; orelhas curtas cobertas de lã curta; olhos pequeno devido à lã que cobre quase toda a cara; boca pequena; chifres nos machos, abrindo em espiral para os lados.

» Pescoço forte, apresentando 3 ou 4 rugas;

» Corpo arredondado; peito amplo, bem desenvolvido; espáduas amplas; linha do corpo longa; costelas bem curvadas denotando grande capacidade de caixa toráxica;

» Garupa grande e redonda;

» Cauda alta.

O velo cobre por inteiro o corpo do animal, desde o focinho até os cascos. As mechas quadradas medindo de 4 a 6 cm de comprimento e a espessura entre 16 a 20 micras. O velo pesa de 12 a 19 quilos nos carneiros de pedigree e de 4 a 5 nas ovelhas de malhada.